Cafeína deve contribuir ao desempenho sexual, diz estudo

cafeina-no-sexoAgora uma notícia para os amantes de um bom cafezinho… porque, então, o nosso cafezinho do dia a dia não só ajuda a conceder mas vigor para as atividades de rotina, como também deve ser mas eficiente que uma boa taça de vinho em encontros amorosos!

Para quem não sabe, conforme uma busca da Sociedade Brasileira de Urologia, a insuficiência sexual atinge 25 milhões de brasileiros, e esse problema atinge principalmente homens de 40 a 70 anos de idade.
Desse modo mesmo, não é de atualmente que homens buscam forma de olhar esse problema usando reédios e suplementos como bluemax, e essa busca é mais uma esperança para amantes do cafezinho.

Ok, você já deve estar até careca de descobrir que a cafeína presente no moca funciona como estimulante, por isso até costumamos tomá-lo pela manhã, de antemão de iniciar nossas atividades do cotidiano, ou durante o trabalho, justamente, porque já é sabido e notório que essa grito é um ótimo revigorante. O que não se sabia, apesar disso, é que o café também pode auxiliar o homem a ter um desempenho sexual bastante melhor!

Porém, atenção, nada de exageros, o sigilo é tomar duas xícaras por dia, segundo pesquisadores da Universidade do Texas.

Então, como um estudo da Universidade do Texas, uma certa quantidade de cafeína ingerida pelos homens todos os dias reduziria a possibilidade de disfunção erétil e, assim sendo, melhoraria o desempenho sexual sem precisar usar nenhum remédio para aumentar o pênis

Então, de acordo com esse estudo, 50% dos homens adultos com mais de 40 anos têm alguma queixa em relação às suas ereções.

O estudo foi divulgado na publicação científica PLOS a mesma que divulgou o estudo sobre o Spedra, e realizado entre mais de 37 milênio homens, com mais de 20 anos. O resultado mostrou que os que bebiam de dois a três cafés (85 a 170 miligramas de cafeína) por dia, reduziam o risco de terem insuficiência sexual.

Foi constatado que 42% dos que bebiam essa quantidade de moca diariamente eram menos propícios a relatar obstáculos de disfunção erétil que os que não bebiam.
E mais, essa constatação também valeu para homens acima do peso, obesos ou com complicações de pressão subida. Efetivamente, de acordo com a pesquisa, o moca só não trouxe mudanças para os diabéticos que participaram do experimento.

Segundo o mestre David Lopez, um dos principais autores do estudo:

\” Ainda que termos visto uma redução da disfunção erétil com homens obesos, acima do peso ou hipertensos, isso não sucedeu com os que tinham diabetes. Diabetes é um dos piores fatores de risco para disfunção erétil, então isso não foi uma surpresa\”

Porém, atenção, nada de exagerar, porque a estatística, porém, caía para 39% para homens que bebiam mais que três cafés por dia, isto é, é preciso não ultrapassar os três cafezinhos diários.
Segundo os autores da pesquisa, a cafeína estimula uma série de efeitos farmacológicos, aumentando o fluxo do sangue para o pênis, relaxando as artérias e os músculos em mulheres isso é similar ao tesão de vaca.

Na realidade, os próprios autores defendem que é preciso mas pesquisas com o propósito de se chegue a uma conclusão mas exata, determinando claramente uma relação de desculpa e efeito entre cafeína e desempenho sexual, embora os resultados da busca estejam alinhados com os encontrados em investigações prévias.

Mas, vale saber que, ainda conforme essa pesquisa, além do café, outras bebidas que contêm cafeína podem ajudar a prevenir a insuficiência sexual, como chás, refrigerantes ou bebidas esportivas.
E aí, vai um cafezinho?

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *